terça-feira, 7 de abril de 2009

Moscou nas antenas

Blues psicodélico com momentos viajantes e furiosos. Esse é o som do Radio Moscow, trio americano de Iowa. A qualidade técnica dos caras é inquestionável, mas isso não garante nada. Afinal, o Van Halen tem qualidade técnica e é chato pra cacete. O importante é um disco com boas canções. Coisa que esse míssil de estréia lançado em 2007 tem de sobra.

E se você gostou do som dos caras, boas notícias: semana que vem eles lançam disco novo. Será que já está rolando pela internet? Não vou procurar por agora. Estou curtindo ouvir esse disco e, por enquanto, ele basta.

Não deixe de ouvir o Radio Moscow!

1. Introduction
2. Frustrating Sound
3. Luckydutch
4. Lickskillet
5. Mistreating Queen
6. Whatever Happened
7. Timebomb
8. Deep Blue Sea
9. Ordovician Fauna
10. Fuse

Aqui estão os caras com o clipe da faixa "Mistreating Queen":

15 comentários:

Carlos. disse...

esse disco é realmente bom, e curti a novidade de que tem album novo ainda esse mês, ainda não tinha essa informação.

abraço

Henrique disse...

Não ouvi ainda. Deve ser bom, como tudo que pinta por aqui.

O som é tipo um Jon Spencer Blues Explosion mas sem as imperfeições técnicas?

Obs.: concordo 99% que VH é chato pra carái. Abro exceções pra uma música ou outra (Little Guitars veio na cabeça)... Valeu.

rodriguez disse...

Putz, já não tô dando conta dos discos novos...

Giul, Discoteclando disse...

"o Van Halen tem qualidade técnica e é chato pra cacete", com certeza, essa frase é uma das coisas mais interessantes já publicadas na 'blogsfera' nos últimos anos.
Disse tudo aí. Qualidade técnica só traz benefícios se o conteúdo for interessante, do contrário colabora para o aumento da chatice.

Qto ao Radio Moscow, gostei da comparação do Henrique sobre ser um Jon Spencer sem as imperfeições técncias, embora sejam elas que fazem do JSBE algo tão interessante.

atlantic disse...

Pois é, Carlos, o álbum sai dia 14. Já deve estar pela internet! Imagino que seja tão bom quanto o primeiro. Se conseguirem fazer melhor, vão estar no topo de todas as listas no final do ano.

***

Henrique, é por aí mesmo, cara. Você conseguiu sacar a banda sem nem ouvir. Já sobre o Van Halen, é a banda preferida daqueles moleques que vivem treinando em estúdio, tocam guitarra 9 horas por dia, compram diversos pedais e, no fim das contas, acabam guardando tudo no quarto dos fundos.

atlantic disse...

Seu Rodrigues, é muita informação mesmo. É novidade toda hora. Em maio teremos um podcast especial para curtir os sons que passaram por aqui com mais calma.

***

Giul, eu sempre dou como exemplo o Franz Ferdinand. Os caras têm uma ótima técnica e fazem um som bem característico deles. Ao vivo, eles chegam a ser melhores do que nos álbuns. E o principal: não cansam quem está ouvindo com masturbações técnicas intrumentais (a famosa MTI).

Henrique disse...

Não sei se me expressei bem, mas acho JON SPENCER du carái.

Na verdade, comprei Extra Width há uns 15 anos, sei lá, e, na época, achei uma m... Ficou comendo poeira na prateleira MUITO tempo. Esses dias, ouvi de novo. É du carái!!! Gostei pra daná.

O Radio Moscow ainda não ouvi, tô meio sem tempo. Mas, se está aqui, deve ser bom. E VH é chato mesmo...

Valeu!

atlantic disse...

O Blues Explosion é bom de som e de clipes também. E mais uma vez obrigado pela confiança no gosto musical do blog e pelas palavras tão legais, Henrique.

Realmente, o basf 90 está jogando muita informação no ar nos últimos dias. É que vão pipocando os álbuns de 2009 e ainda temos uma penca de clássicos esperando na fila. Mas os links ficam aí disponíveis por um bom tempo, então vamos curtir música devagar. Afinal, apreciar os bons discos é um processo agradavelmente demorado.

Aliás, o disco que ainda estou ouvindo sem parar é Capture/Release, do Rakes. Pelo menos uma vez por semana tenho necessidade de ouvi-lo do começo ao fim.

Giul, Discoteclando disse...

O Henrique se expressou bem sim!!! só quis acrescentar que a sujeira sônica do Blues Explosion ganha pontos justamente com as imperfeições. Imagina se o Neil Young fizesse aqueles devaneios guitarrísticos de maneira forma e completamente técnico e dentro do tom. Não iria ter a mínima graça.
Não há como negar também o adendo do anfitrião ao observar a qualidade dos clipes, considero que há um que de Tarantino nas produções.

Charles disse...

Pessoal olha o link aí do novo álbum, "Brain Cycles". Um abraço

http://rapidshare.com/files/220432379/Radio_Moscow_-_Brain_Cycles__Alive__2009_.rar

atlantic disse...

Valeu, Charles!

Aumenta que isso aí é Rock n' Roll! disse...

Atlantic, to impressionado. Confesso que virei fã dessa banda. Eu já tinha lido alguma coisa sobre ela, mas somente agora pude apreciar com deleite o puta som que essa banda faz. Blues psicodélico que lembra Jimi Pages, outras vezes Jimi Hendrix. Com certeza beberam muito dessa fonte.

E no próximo Podcast estará lá RADIO MOSCOW

Grande abraço

atlantic disse...

Me impressionaram bastante também. Fui ouvir sem saber o que esperar e achei uma ótima surpresa.

Daydreaming disse...

Brain Cycles é excelente!

atlantic disse...

Ainda não ouvi o novo deles. Não consegui "me desligar" do primeiro disco.

Mesma coisa com o Rakes: os caras já estão com 3 discos lançados e eu viciei no primeiro. Tenho até receio de ouvir os outros porque sei que dificilmente vão bater o de estréia.