segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

O casamento de Betty, Miles e Jimi

Betty Davis pegou o sobrenome famoso do ex-marido, o imprevisível Miles Davis. Ela sacudiu a cabeça de Miles com seu par de pernas e seu gosto pelo rock. Betty era da turma de Jimi Hendrix e apresentou o marido aos amigos seguidores da guitarra elétrica. O resultado desse encontro mudou os rumos da discografia de Miles.

Pode parecer (como muitos, na época, acusaram) que Betty usou o nome Davis como marca, mas prefiro acreditar que foi apenas por ser sonoro. Afinal, ao ouvir esse disco, dá pra sacar que a moça tem marca própria e, acima de tudo, personalidade. Se ela pirou a cabeça de Miles Davis, imagina o que ela não faz com as nossas? Álbum com muito funk e doses pesadamente graves de baixo.


1. Shoo-B-Doop and Cop Him
2. He Was a Big Freak
3. Your Mama Wants Ya Back
4. Don't Call Her No Tramp
5. Git in There
6. They Say I'm Different
7. 70's Blues
8. Special People
9. He Was a Big Freak [*]
10. Don't Call Her No Tramp [*]
11. Git in There [*]
12. 70's Blues [*]

4 comentários:

bad disse...

Você anda meio agressivo.

atlantic disse...

faltou comentar que o disco foi uma dica antiga de seu rodrigues!

bad disse...

Foi, é? Nem lembrava!

Estou perdendo os limites com a Cat Power...

atlantic disse...

Cat Power em alta rotação por aí? Além de ser bonita ainda canta pra caramba e sabe escolher repertório.