sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Semana Rod Stewart (final)

A semana chega ao fim com os últimos 2 discos de Rod Stewart antes que ele começasse a farofar o som e virasse o cantor preferido daquela sua tia que adora novela.

Every Picture Tells A Story é o ponto alto na carreira solo. O disco ficou em primeiro lugar nas paradas dos EUA e Inglaterra graças ao sucesso "Maggie May". Mas o álbum, logicamente, não se sustenta apenas por essa música. É coeso e muito agradável aos ouvidos.

O que se ouve aqui é uma banda em sintonia fina, mas o vocalista logo começaria a brilhar mais do que o conjunto. E num grupo com tantos nomes de peso, isso é um problema. Depois desse excelente disco, ainda houve gás para o ótimo Never A Dull Moment (já postado aqui) e Ooh La la, do Faces (postado aqui).

Pelo que tenho lido nos jornais, existe a chance de vermos a volta do Faces num futuro próximo. Logicamente, sem Ronnie Lane (morto em 1997) e com um Rod Stewart bem diferente do original. Tudo bem, eu sei que as pessoas mudam... mas o Rod foi longe demais.


1. Every Picture Tells A Story
2. Seems Like A Long Time
3. That's All Right
4. Tomorrow Is A Long Time
5. Maggie May
6. Mandolin Wind
7. (I Know) I'm Losing You
8. Reason To Believe

5 comentários:

Carlos. disse...

Cara, o Al Green é muito bom! além de all i want, que foi uma boa surpresa, baixei mais dois albuns e devem fazer umas 40 horas que nao paro de escutar.

hehhehehe

Carlos. disse...

Qu all I want? Lay it down eu quis dizer

Henrique disse...

O solo de batera em "I know (I'm loosing you)" já vale o disco. Eu gostava pra caramba de Rod Stewart nos meus "bons tempos". Hoje não tenho saco pra ouvir o cara, especialmente depois que meu pai virou fã dele. rsrsrs

ps: faltou Rod Stewart com Jeff Beck ("Truth" e, meu favorito, "Beck Ola"). Abrazzzz...

atlantic disse...

Carlos, estou que nem você, cara. Al Green não sai do som. Vai conseguir um feito que só os discaços merecem nessa "Era do mp3": vai ser gravado em cd para ser levado no carro.

atlantic disse...

Esse solo de batera é uma covardia. O jogo já estava ganho, o disco já estava sendo aplaudido de pé e os caras ainda mandam mais essa. O Faces é do cacete!

Pois é, Henrique. Na verdade a ausência do "Truth" não foi esquecimento não. É mera questão de quem é o pai da criança. É que o disco está na discografia do Jeff Beck. Aí, coitado, sobrou pra ele.