sábado, 12 de julho de 2008

Madchester calling!

Os Happy Mondays são, provavelmente, a banda de rock (?) mais dançante que já deu as caras em solo terrestre. Liderados pelo esquisitóide porra-louca Shaun Ryder, os Mondays foram os cabeças do movimento que ficou conhecido na Inglaterra como Madchester (Mad+Manchester). As apresentações do grupo eram um capítulo à parte: fora toda a esquisitice da música, das letras, do mergulho nas drogas, a banda ainda contava com Bez, um integrante que tinha as duas únicas funções de dançar e tocar maracas. Não necessariamente nessa ordem.

O disco de 1990, Pills 'n' Thrills and Bellyaches, levou o Happy Mondays ao mainstream e, conseqüentemente, às telas da MTV. Eles inclusive vieram tocar no Rock in Rio 2. Diz a lenda que a fase mainstream da banda acabou quando Ryder, num surto psicótico, saiu no meio de uma reunião com executivos da gravadora para comprar drogas... e só deu notícias 2 dias depois.

Pills 'n' Thrills and Bellyaches é uma bomba de efeito dançante com o melhor da banda. Traz os clássicos "Kinky Afro", "Step On", "Grandbag's Funeral" e a sensacional "Bob's Yer Uncle".

Os Mondays voltaram à ativa e estão tocando nos maiores festivais da Europa. Se reuniram para um revival há dois anos e lançaram um novo disco. Estarão por aí até que Ryder surte novamente... o que não deve demorar.



1. Kinky Afro
2. God's Cop
3. Donovan
4. Grandbag's Funeral
5. Loose Fit
6. Dennis and Lois
7. Bob's Yer Uncle
8. Step On
9. Holiday
10. Harmony


Logo abaixo, o clipe da música "Step On".

2 comentários:

Gudi disse...

O Happy Mondays poderia ser uma das bandas mais consideradas dos anos 90 se não fosse o nível das doideiras de Shaun Ryder e Bez , certa vez disseram pra gravadora que iam gravar um disco "genial" em Barbados e torraram toda a grana em drogas e baladas. A gravadora se negou a mandar mais diheiro e aí quando a coisa apertou eles trocaram as próprias roupas pra comprar crack, isso foi o começo do fim.....

atlantic disse...

Pois é, Gudi. Os caras não batem nada bem... Ter um sujeito como Ryder liderando o grupo só prova que os Mondays queriam viver mesmo uma 24-hour party. Mas tiveram talento para fazer esse disco memorável.