sábado, 5 de julho de 2008

É isso aí?

Há uma semana seguida não consigo parar de ouvir Is This It, dos Strokes. Foi, talvez, o último disco ouvido e curtido sem pressa por mim. Sem a impulsividade de procurar outro som para substitui-lo assim que a última música acaba. Muito pelo contrário: ele foi ouvido tantas vezes que o disco nem ficava na prateleira. O lugar dele era ao lado do som.

Com o tempo, ele foi ficando de lado, mas nunca foi esquecido. Eis que, sete anos depois, o álbum vive sua "segunda onda" comigo. Não tem pra Arctic Monkeys, White Stripes, Franz Ferdinand... Essa semana nada recebeu minha atenção tanto quanto Is This It. Chega a dar a impressão de que o cd foi lançado ontem e eu estou ouvindo pela terceira vez na vida.

Alguém duvida que esse disco de 2001 é, até o momento, o melhor lançamento da década?


1. Is This It
2. The Modern Age
3. Soma
4. Barely Legal
5. Someday
6. Alone, Together
7. Last Nite
8. Hard To Explain
9. New York City Cops
10. Trying Your Luck
11. Take It Or Leave It

7 comentários:

Henrique disse...

Cara, concordo inteiramente. Esse CD é bom pra c... Escuto direto e não acho nada de ruim nele. Rock na veia, perfeito. Pena que nem os Strokes conseguiram "refazê-lo", o que era de se esperar... Abraços e parabéns pelo Blog: É EXCELENTE!

atlantic disse...

Pois é, Henrique. Os Strokes, a cada disco, se afastam de repetir o feito de "Is This It". Espero ansioso para ver o rumo que a banda vai tomar no quarto cd. Valeu pelo elogio! Um abraço.

bonzo disse...

Eu acho que eles já podem parar.

atlantic disse...

Ainda acredito no potencial dos meninos... vamos dar uma chance que eles merecem.

bonzo disse...

Adoraria mais um disco bom deles. Só 1/3 do último cd me agrada. De qualquer forma, receberia feliz mais um bom disco.

bonzo disse...

vai falar bom de novo?

atlantic disse...

O último cd foi um balde de água fria mesmo. Lembro de ter visto os caras no Tim Festival mostrando as músicas novas. Dava a impressão de que o disco ia arrebentar. Eles tocaram as 4 melhores.

Enfim, álbum longo, arrastado. Nada a ver com o que eles mostraram no disco de estréia.