sexta-feira, 27 de junho de 2008

This record should be played loud

No fim dos anos 60 e começo dos 70, os Stones lançaram uma seqüência de quatro discos que viraram a história do rock de cabeça pra baixo. Dando nome aos bois: Beggars Banquet (1968), Let It Bleed (1969), Sticky Fingers (1971) e Exile on Main Street (1972).

Let it Bleed, em especial, veio num momento muito conturbado para o grupo devido a problemas com o guitarrista Brian Jones. Ele estava tão alucinado no estúdio que só teve condições de gravar duas faixas. Jones foi convidado a se retirar da banda e morreu pouco depois.

O disco sobreviveu a essa fase de nuvens negras e acabou se tornando um forte concorrente ao título de melhor álbum dos Stones. Foi um fechamento com chave de ouro na década de 60 e chegou a tirar os Beatles do primeiro lugar das paradas. Até Mick Jagger, que em geral sacaneia os próprios discos, assume que Let It Bleed é bom pra cacete.



1. Gimme Shelter
2. Love In Vain
3. Country Honk
4. Live With Me
5. Let It Bleed
6. Midnight Rambler
7. You Got The Silver
8. Monkey Man
9. You Can't Always Get What You Want

A propósito, dentro do encarte tem uma frase que sintetiza tudo: "This record should be played loud".

2 comentários:

Discoteclando disse...

este disco dos stones fecha o ano de 69, e talvez até mesmo todo os sixties, de maneira estupenda, é a sinapse entre o sonho e o fim deste. como o mundo deveria acordar e refletir toda a efervescência cultural que rolou naqueles tempos. sublime!!!

atlantic disse...

Pô, depois desse comentário só me resta agradecer a visita. Aliás, a produção dos Stones do fim dos 60 e começo dos 70 é o que mantém a fama da banda intacta até hoje. Mesmo com a terrível fase anos 80!